AUTORES ENSAIO

ANDRÉ VERÍSSIMO, docente e investigador universitário, tem uma vasta obra publicada nas áreas das Ciências da Comunicação, Ciência Política e Filosofia Ética e Contemporânea. É fundador e presidente da Comunidade Judia Or Ahayim e Presidente da Assembleia Geral da Câmara de Comércio Luso-Israel. Tem diversos livros publicados em particular sobre a fenomenologia e ética Levisiana. Sob chancela de edium editores publicou “A Sociedade Complexa – Teorias da Comunicação” em 2007.

 

 

 

 

 

 

 

 

ANTÓNIO DURVAL nasceu em 1938 na Freguesia de Miragaia, cidade do Porto. Entre 1965 e 1970 foi colaborador do Centro Ramalho Ortigão fundado pelo pedagogo Dr. Ferrão Moreira e mais tarde administrador do jornal juvenil “O Meu Amigo”. De 1974 até 1994 desempenhou vários cargos autárquicos sendo responsável pela edição de publicações sobre temática de política local na Junta de Freguesia de S. Mamede de Infesta e na Câmara Municipal de Matosinhos (onde desempenhou as funções de secretário no Gabinete da Presidência). Publica, regularmente, artigos nalguns periódicos regionais (“Matosinhos Hoje” e “Algarve Press”). É, também, colaborador do CTEC -“Centro Transdisciplinar de Estudo da Consciência da Universidade Fernando Pessoa. Uma outra faceta chama-se Poesia: participa ocasionalmente nos saraus de poesia organizados pelo Grupo Dramático e Musical Flor de Infesta associação cultural onde foi dirigente durante mais de vinte anos. Em 1997 publicou a seu primeiro livro, de poesia e prosa: o ensaio, “Discurso Directo. Trata-se de uma obra multifacetada, onde a poesia convive, intimamente, com a prosa filosófica. Em 2005 aceitou o convite feito pelo Presidente da Junta de Freguesia de S. Mamede de Infesta para ser o responsável redactorial do Boletim “S. Mamede de Infesta – Cidade”. Em Setembro de 2006 publicou, através da edium Editores, o seu livro de crónicas “Quem se interroga está vivo“, uma compilação dos seus artigos insertos, ao longo de três anos, no Jornal “Matosinhos Hoje”. Também em edições da edium editores participou nas antologias: “Dezsete – Poetas de S. Mamede de Infesta“, 2006 e “Antologia de Natal 2007“. Está a preparar, a convite da Junta de Freguesia de S. Mamede de Infesta e da Câmara de Matosinhos os “Estudos Monográficas da cidade de S. Mamede de Infesta” edição que conta com a colaboração da edium editores.

 

  

 

CONCEIÇÃO PIRES nasceu no lugar do Casal, freguesia de Sendim, no concelho de Felgueiras. Em 2003 licenciou-se em Arquelogia pela faculdade de letras da Universidade do Porto. Tem dedicado a maior parte da sua vida profissional ao serviço público na Câmara Municipal de Matosinhos. Hojé é Técnica Superior da Arqueologia no Gabinete de Arqueologia e História desta edilidade. Publicou em 2006, sob chancela da edium editores, o livro “Joaquim Neves dos Santos – Amor pelo Passado” título que pretende homenagear a vida e obra literária de uma das figuras mais emblemáticas da cultura de Matosinhos. A obra, com prefácio do Prof. Dr. Brochado de Almeida faz um percurso da vida e dos trabalhos, essencialmente de levantamento arqueológico, que Joaquim Neves dos Santos realizou aturadamente e que hoje fazem parte do espólio cultural desta cidade.

 

 

 

 

 

 

 

MARIA ELVIRA RODRIGUES CASTANHEIRA nasceu em 1965 no Porto. Em 1987 licenciou-se em História na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e 1996 conclui o mestrado em História Moderna. É professora de História na Escola Augusto Gomes, Matosinhos na escola Superior de Jornalismo do Porto e no ISVOUGA (Instituto Superior de Entre-Douro e Vouga. Tem vários trabalhos publicados com especial destaque para para o domínio da Imprensa e História Local de Matosinhos. Em Maio de 2007 publicou sob chancela da edium editores e com o apoio da AEP (Associação Empresarial da Portugal) o livro “José da Silva Passos – O Espelho Translúcidos” que recorda a vida de José da Silva Passos , com particular incidência para a sua acção na Associação Industrial Portuense, enquanto sócio fundador e presidente da direcção, mas também como figura incontornável do nosso Liberalismo, realçando o facto de ter sido, a muitos níveis, o homem-forte, ideólogo e estratego, de seu irmão, Passos Manuel. A autora, revelando uma faceta mais literária, colaborou também com trabalhos seus na “Antologia edium de Natal, 2007“.

 

 

 

 

ANTÓNIO MENÉRES, arquitecto, Matosinhense de nascimento Leceiro de coração. É um dos mais respeitados especialistas sobre património arquitectónico sendo regularmente solicitado para colóquios sobre esta temática e para seminários promovidos por universidades portuguesas e brasileiras. Aliás a sua ascendência brasileira por lado de sua avó materna, Justina Hansch, de origem alemã mas emigrante no Brasil, confere-lhe um gosto especial por este país em particular em assuntos relacionados com o património arquitectónico. Publicou sob a chancela da edium editores “Crónicas contra o esquecimento” uma compilação de artigos que, com mais regularidade a partir dos anos 80, têm vindo a ser publicados, primeiro no “Comércio de Leixões” depois no “Matosinhos Hoje” e de entremeio no “Jornal de Notícias”, estes últimos mais no âmbito da conservação do património edificado.

Anúncios




%d bloggers like this: