AUTORES ANTOLOGIAS

 

 

 

                              II ANTOLOGIA POÉTICA “AMANTE DAS LEITURAS”, 2008

AUTORES PARTICIPANTES: Alexandra Oliveira, Ana Maria Costa (ver autores poesia), Carlos Alberto Roldán (ver autores poesia), Carlos Luanda, Denilson Neves, Geraldes de Carvalho, Jorge Vicente (ver autores poesia), José-Augusto de Carvalho (ver autores poesia), José Dias Egipto, José Gil (ver autores poesia), Manuel C. Amor, Maria João Oliveira, Maria Rita Romão, Mónica Correia, Paulo Themudo (ver autores poesia), Samuel Gomes, Túlio Henrique Pereira, Vera Carvalho.

 

 

 

 

ALEXANDRA OLIVEIRA: nasceu no Vale do Ave, para assinar os seus trabalhos literários e artísticos – estes, designadamente, nas áreas da pintura, fotografia e arte digital. Com o fotógrafo e poeta americano Joseph Sherman, é co-autora do livro premiado “Universos para Além do Visível – Elementos do Sonho” (edição bilingue, Inapa Médialivros, 2005). Outros poemas da autora foram publicados nas edições de 2006, 2007 e 2008 (n.ºs III, IV e V) da “Antologia de Escritas” – compilação anual de trabalhos poéticos e coordenação da responsabilidade de José Félix. Participou nesta mesma Antologia Amante das Leituras na sua edição de 2007 (edium editores).

 

 

 

CARLOS LUANDA: pseudónimo literário de Carlos Manuel de Almeida, nascido nas caraíbas há 55 anos, mais concretamente nas Antilhas Holandesas, ilha de Curaçau. Mantém como hobbies principais a internet, a leitura e a escrita, e desde muito cedo a música, tendo feito parte de diversas formações dos mais variados estilos, uma das quais integrando o agrupamento de música popular de cariz tradicional muito conhecido, o “Trigo Limpo de Beja”, cidade onde vive e tem a vida profissional e familiar organizada. Tem publicados trabalhos nas Antologias editadas pela edium editores “Antologia Poética Amante das Leituras, 2007” e “Antologia de Natal, 2007”.

 

 

 

DENILSON NEVES: nasceu a um de outubro de 1969, na cidade do Rio de Janeiro, onde reside; exerce a profissão de analista de sistemas. Começou a escrever há apenas 3 anos e a paixão pela escrita consolidou-se, ao associar-se a listas de discussão sobre literatura, nomeadamente a lista AmantedasLeituras, onde actualmente exerce as funções de moderador e de coordenador do Desafio de Prosa que ocorre mensalmente. É na convivência e aprendizagem com outros autores e apaixonados pela escrita que ele procura aperfeiçoar-se como escritor. E dá a receita: “Para escrever bem, escreva. É da insistência que nasce a excelência”. É sua também a frase: “Queria escrever por ofício, mas escrevo é por vício”.

 

 

 

GERALDES DE CARVALHO: nasceu em Vale de Prazeres do concelho do Fundão em 1934. Tem publicadas as seguintes obras: “Sombras de Alma” – poesia – em Coimbra, 1955; “A outra luta de Jacob” – poesia – na Beira, Moçambique,1964; “O caminho” – ficção, prosa – em Lourenço Marques, Moçambique, 1974; “Introdução ao método da aplicação científica do direito” – Centelha,1983; “novos – e velhos – cantos” – poesia – Ambiguae Edições, 2006.

 

 

 

JOSÉ DIAS EGIPTO: pseudónimo literário de José Carlos Pacheco Palha, ascido em Braga, em 1953. Licenciou-se em Medicina na Faculdade do Porto e especializou-se em Pediatria e Neonatologia. Passou a exercer funções no concelho de Vila Nova de Gaia onde permaneceu até hoje. Cedo começou a escrever mas só muito tarde os seus poemas foram dados a conhecer. O seu primeiro livro, O Silêncio das Palavras, foi editado em 1999 pela Elefante Editores de Espinho. No ano 2000 saíu o seu segundo livro, misto de diário e ensaio, sob o título, Pessoal e Transmissível, pela Plural Edições de Espinho. Um segundo livro de poesia, Soletrando o Azul, surgiu em 2002 e recebeu, nesse ano, a única Menção Honrosa do Prémio António Patrício de poesia, da S.O.P.E.A.M. Em 2008 lançou pela Calígrafo, de Braga, um livro de contos intitulado O Último Passageiro. Já recebeu outras menções honrosas em concursos de poesia em Portugal. Colabora com várias revistas culturais e participou também em várias Antologias em Portugal e no Brasil; manteve uma crónica semanal, Farpas Lusófonas, no portal da internet Portugal-em-Linha. É sócio desde o inicio da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos ( S.O.P.E.A.M.) bem como é o representante no Porto da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores ( SOBRAMES ). Faz parte igualmente da Associação de Escritores de Gaia.

 

 

 

MANUEL C. AMOR: luso-angolano, tem 61 anos, e vive na cidade da Horta, Açores. Começou a escrever na escola primária aos 6 anos. Ganhou a sua primeira Menção Honrosa com Poema do Baile, no Jogos Florais da Muxima (Angola) em 1968. Publicou o  primeiro poema na Revista Trópico, Luanda 1969. Sem livro publicado, considera-se candidato a ser um dia acusado de plagiador de si mesmo; tem poemas dispersos por jornais e revistas, e diversas listas da Net e está  representado em algumas antologias, nomeadamente nas Antologias “Escritas”, 2, 3 ,4 e 5;  2.ª Antologia Poética-Literária da Academia Virtual Brasileira de Letras, 2006.

 

 

 

MARIA JOÃO L.G. DE OLIVEIRA é natural de Veiros, concelho de Estremoz, distrito de Évora  e reside em Coimbra. É licenciada em Filosofia pela Universidade de Coimbra. Foi co-fundadora do Movimento de Acção Juvenil/Joaninha, oficializado em Julho de 1976. Publicou os seus primeiros poemas no “Diário de Lisboa-Juvenil” (suplemento literário), criado por Mário Castrim. Colaborou no “Cantinho da Juventude” (página de literatura), da revista “Modas e Bordados”. Leu poemas da sua autoria na Rádio Difusão Portuguesa (RDP Centro), nos anos 70. Publicou, em 1990, com Carlos de Oliveira, o livro “O Natal da Avó Hortense”. Em 2001, prefaciou o livro “Ao ritmo da vida”, da Dra. Isabel Jardim de Campos. Tem sido premiada em concursos literários, promovidos por várias Câmaras Municipais, associações culturais, jornais e Edições AG/Brasil. Tem publicado trabalhos (prosa e poesia) em jornais, revistas e listas de literatura (Internet). Participou em várias antologias (Edições AG/Brasil e Antologia de Natal edium 2007). É colaboradora permanente do semanário “Tribuna Pacense”. É membro da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).

 

 

 

MARIA RITA ROMÃO é natural de Castro Marim, Algarve e residente em Paço de Arcos, Oeiras. Foi professora do ensino secundário. Tem uma pós-graduação em Educação para a Cidadania. Participou em duas antologias (textos seleccionados pela Edições AG), publicadas no Brasil, e na Antologia de Natal, 2007 da edium editores. Os contos “Caco de vidro”, “O sapo e o rapazinho” e “O livro falante” foram premiados em concursos literários promovidos pela Edições AG/ Brasil. Ao conto “De acordo com o fantasma” foi atribuída uma Menção Honrosa nos Jogos Florais de Tondela, 2007. Tem alguns dos seus textos publicados em jornais e revistas.

 

 

 

MÓNICA CORREIA tem 36 anos e reside em Vila Nova de Gaia. Trabalha na área do Marketing e Desenvolvimento. A escrita é uma paixão que se vai mantendo. Publica em http://perigososcontactos.blogspot.com e nas Listas Amante das Leituras e Escritas na Internet. Tem as seguintes obras editadas: “Corpos Sem Som”, Dezembro, 2006, obra autónoma, e participou nas antologias “Escritas”, 2007 e “Amante das Leituras I”, 2007.

 

 

 

 

 SAMUEL GOMES nasceu no Porto, a 21 de Junho de 1991 e reside em Águas Santas, Maia. Frequenta o curso de Ciências Sociais e Humanísticas, desejando formar-se em História do Japão. Também estuda música, nomeadamente Sax Soprano. Tem escrito prosa compulsivamente tendo já reunido um grande conjunto de textos. Todavia, a poesia é outra das suas grandes paixões, um campo literário que gostaria de conhecer melhor. Tenta descrever o mundo que o rodeia, e captar a sua essência, bem como aquilo que o seu coração lhe diz e que vai aprendendo acerca deste grande ciclo, que é a vida.

 

 

 

 

TÚLIO HENRIQUE PEREIRA, poeta brasileiro, natural de Itumbara no Estado de Goiás. reside actualmente na Bahia onde segue com sua pesquisa académica na linha da História da Arte no CNPq a partir do GRUDIOCORPO – Grupo de Estudos sobre o Discurso e Corpo. É historiador formado pela Universidade Estadual de Goiás (UEG); escritor desde os 15 anos de idade, fez da poesia a sua forma de expressão literária mais recorrente. Publicou seu primeiro livro de poemas “O observador do mundo finito” em 2008, pela Scortecci Editora, com o apoio da Casa Pai Joaquim de Aruanda, através do escritor paraibano Zeilton Feitosa.

 

 

 

 

VERA CARVALHO nasceu em Amarante, a 4 de Dezembro de 1980. Licenciada no ano de 2002, em Ciências da Educação, tem percorrido o norte do país a exercer a actividade docente. Em 2007 integrou num projecto educativo baseado na inclusão social de crianças e jovens residentes em bairros socialmente desfavorecidos, na Amadora. Tem desenvolvido, nos últimos dois anos, trabalhos poéticos que publica no seu blog pessoal, na lista de poesia “Amantedasleituras” do grupo Yahoo, na qual é moderadora e em outros sites de poesia. Tem poemas seus editados na “Antologia Poética Amante das Leituras, 2007” e na “Antologia de Natal” ambas edições da Edium Editores. Em 2008 participa no Projecto Pão & Poesia, um projecto desenvolvido no Brasil, o qual busca levar versos à população da região metropolitana de Belo Horizonte durante o café da manhã e na Antologia Poética Nas Águas do Verso, Edições Ecopy.

 

 

 

 

                                                                                     I ANTOLOGIA POÉTICA “AMANTE DAS LEITURAS”, 2007

 

 

 

AUTORES PARTICIPANTES: Alexandra Oliveira (ver entrada acima), Alice Macedo Campos (ver autores poesia), Ana Maria Costa(ver autores poesia), Bernardete Costa, Carlos Luanda (ver entrada acima), Eliana Mora, Filipa Rodrigues, Francisco Coimbra, Jorge Vicente (ver autores poesia), José Félix (ver autores poesia),  José Gil (ver autores poesia), Luís Monteiro da Cunha, Alves Bento Belisário, Mónica Correia (ver entrada acima), Rodrigo Almeida e Sousa, Teresa Gonçalves, Vera Carvalho (ver entrada acima), Xavier Zarco (ver autores poesia).

 

 

 

 

 

BERNARDETE COSTA: nasceu em Esposende em 1948 e reside em Vila Nova de Famalicão. Em 200 publicou o seu primeiro livro de poemas “A Guardadora de Ausências”. Em 2001 o seu livro “Lugares do Tempo”  foi distinguido com o Prémio Literário da Câmara Municipal de Barcelos. Ainda em 2002 publicou um outro livro de poemas intitulado “Insubmissão dos Afectos”. Posteriormente, publicou dois livros destinados aos mais jovens: “Cerejas aos Molhos”, 2004, e “A Sereia do Cávado”.

 

 

 

ELIANA MORA: poetisa brasileira nascida no Rio de Janeiro no sei de uma família judia, pai polaco e mãe russa; graduou-se aos 17 anos como mestre na “Arte de Dizer”. Jornalista, actuou em revista, rádio, TV e Assessoria de Imprensa – tamb´+em como professora universitária de cursos livres. Fazarte do movimento modernista Poetrix.. Editou em 2003 o seu primeiro livro  intitulado “Mar e Jardim”.

 

 

 

 

FILIPA RODRIGUES: nasceu a 29 de Abril de 1975 em Penafiel e reside em Lousada. Editou em 2004 o seu primeiro livro “Quatro passos…”. Integra desde Março de 2007 a lista “Amante das Leituras”. Escreve essencialmente prosa poética.

 

 

 

 

 

FRANCISCO COIMBRA: tem 50 anos e escreve desde os 18 uma “escrita” que tenta manter diária; é professor no Ensino Preparatório onde lecciona Matemática e Ciências. Formou-se em Engenharia Mecânica no ISEC. Utiliza o heterónimo literário Assim desde 1998 para assinar os seus trabalhos; publicou em 1985 um livro de edição de autor. Para além desta participação na Antologia “Amante das Leituras” participou também na Antologia de Natal edium 2007.

 

 

 

 

LUÍS MONTEIRO DA CUNHA: nasceu a 30 de Agosto de 1962 em S. Mamede de Infesta mas reside desde a infância na cidade da Maia. Artigos e poemas seus são editados semanalmente em diversos jornais e revistas portuguesas de âmbito nacional e regional; colabora em inúmeros sites literários e gere o blogue próprio “Bufagato”.

 

 

 

 

 

ALVES BENTO BELISÁRIO: pseudónimo literário de Manuel Joaquim Moreira Bento, nascido em 1969 na freguesia de Medas, concelho de Gondomar. É licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Publicou em 2005 o seu primeiro livro de poesia intitulado “Inquietudes”.

 

 

 

 

 

RODRIGO ALMEIDA E SOUSA: nasceu a 10 de Maio de 1975 em Joanesburgo, África do Sul. Passou a sua infância em Viseu até se mudar para Lisboa. Licenciou-se em Filosofia pela Universidade Católica Portuguesa tendo feito Mestrado em Teoria da Literatura na Faculdade de Letras. Posteriormente foi viver para Espanha onde se douturou em Psicologia da Criatividade pela Universidade Autónoma e Complutense de Madrid. Como escritor tem frequentado diversos cursos e workshops que vão desde aa áreas da dramaturgia ao guionismo. Escreveu algumas peças de teatro e alguns guiões. Recebeu já alguns prémios: Ruy Bello/Ruy Cinnati e o prémio Al Berto ambos atribuidos npela Universidade Católica Portuguesa.

 

 

 

TERESA GONÇALVES: nasceu na cidade do Porto, freguesia de Miragaia. A sua infância e parte da sua juventude foi passada em S. Mamede Infesta onde viveu até aos dezoito anos. Em 1970 foi viver para Moçambique donde voltou em Outubro de 1974. No ano de 1975 foi para o México, regressando no final do mesmo ano. Vive na cidade da Maia desde 1982. Os seus trabalhos foram publicados ininterruptamente desde 1995 no Jornal da Maia até à sua extinção. Pertenceu ao Movimentum  Arte e Cultura cinco anos e foi assinante do Boletim Bimensal de Poesia Lavra. Foi colaboradora da Livraria Civilização durante quinze anos. É membro da Sociedade Portuguesa de Autores, Grupo Dramático e Musical Flor de Infesta e dos Estudos Portugueses Brasileiros. Participou nos congressos ” Cultura Popular e Raízes da Nossa Identidade”, levados a efeito pelo Pelouro da Cultura da C. M. Maia. No âmbito das actividades do Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura, participou na noite de poesia da Junta de Freguesia de Paranhos sob o tema “O Perdão das Árvores” e na Junta de Freguesia do Bonfim sob o tema “Mulher”. É presença assídua nas tertúlias poéticas de Vermoim, Café Guarani, Bonfim, Flor de Infesta, Vila da Feira, Vértices Literárias Círculo da Leitura da Maia,  do Encontro Anual de Poetas e outros. Tem as seguintes obras publicadas: “Olhar Interior”, “Painel Multicor” Vol.1, “Painel Multicor Vol.2”, “Entre Dois Nós”. Participou como co-autora nas seguintes antologias: “Porto em Poesia”, “Noites de Poesia em Vermoim”. Sob chancela da edium editores participou nas antologias “Amante das Leituras”, 2007, “Dezsete – Poetas de S. Mamede de Infesta”, 2007, “Natal edium 2007”.

 

 

 

                            ANTOLOGIA DEZSETE – POETAS DE S. MAMEDE DE INFESTA

AUTORES: António Durval (ver autores ensaio), Conceição Paulino (ver autores narrativa), Daniel Gaspar, Maria José Rocha, Maria Mamede (ver autores poesia), Teresa Gonçalves (ver entrada acima), Vítor Carvalhais.

 

 

 

 

 

DANIEL GASPAR nasceu em 18 de Outubro de 1934 em S. Mamede de Infesta no lugar do Telheiro.
Participou activamente nos quadros directivos do Grupo Dramático e Musical Flor de Infesta. Fez parte do grupo pioneiro  de poetas do “Flor” que lançou as bases das actuais e bem conhecidas “Noites de Poesia”. Um poeta do Povo, de grande inspiração e produção, deixou uma vasta obra que ainda permanece ignorada e à espera de publicação e de reconhecimento. Publicou poesia em vários jornais. Faleceu em Fevereiro de 1998.

 

 

 

MARIA JOSÉ ROCHA de seu nome completo Maria José Loureiro Borges da Rocha, nasceu em 1962 em S. Mamede de Infesta e reside em Águas Santas, Maia. Participa activamente em tertúlias poéticas, designadamente nos Encontros de Poesia de Vermoim e nas tertúlias poéticas do Flor de Infesta.

 

 

 

 

 

 VÍTOR CARVALHAIS nasceu no Porto, na freguesia de Miragaia a 2 de Outubro de 1974. Desde cedo revelou um enorme entusiasmo e curiosidade pela leitura. Aos 29 anos editou o seu primeiro livro de poesia “Embriogénere”. Corria o ano de 2004. Aos 31 anos editou “Luminária” em co-edição com a “Lavra Editorial”. Participa habitualmente em várias tertúlias de poesia e literatura em geral. Declamou poesia nos bares “Pinguim” e “Púcaros”; também no “Flor de Infesta” e “Clube Literário do Porto”.

 

 

 

 

 

 k_luso_poesia_prosa_blog1

k_luso_prosa_poesia_blog2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANTOLOGIA LUSO-POEMAS, 2008. A edium editores, tendo editado durante o ano de 2008 diversos Luso-Poetas, publicou em Dezembro do mesmo ano (com apresentação no 3.º Encontro desta comunidade poética) a Antologia Luso-Poemas 2008 em associação, coordenação e responsabilidade do fórum Luso-Poetas. A edição segue o modelo da colecção versoREverso da edium editores embora, neste caso, sirva apenas para separar as diferentes contribuições dos Luso-Poetas, ora em poesia ora em prosa. Esta antologia contou com a participação dos seguintes autores: Alemtagus, Betha M Costa, Carla Costeira, Carlos Carpinteiro, Carlos Said, Carolina, Cleo, Conceição B, Daniela Pereira, Expanta, Flávio Silver, Fly – Marta, freudnãomorreu, Gilberto, Godi, Goretidias, Henrique Pedro, João Filipe Ferreira, João Videira Santos, José Torres, Júlio Saraiva, Karla Bardanza, Le Tab, Ledalge, Luís Ferreira, Margarete, Maria Sousa, Mel de Carvalho, Noite, Paulo Afonso Ramos, Pedra filosofal, Rosa Maria Anselmo, Sandra Fonseca, Tália, TrabisdeMenta, Tytta, Vera Carvalho e Vera Silva.

 

 

 

ANTOLOGIA “TERTÚLIA EM FLOR”. Em 28 de Novembro de 2008 foi lançada a antologia “Tertúlia em Flor” que contou com a participação de 32 autores: Albino Santos, António Fonseca, Armindo Fernandes Cardoso, Bruna Carneiro, Carlos Rocha, Ercília Freitas, Fátima Fernandes, Fernanda Garcias, Fernando Peixoto/Sylvia Cohin, Ferreira da Costa, Irena Lamolinaire, Jaime Gonçalves, Joaquim Barros, José António Gonçalves, José Faria, José Gomes, José Silva, Leonor Reis, Luís Monteiro da Cunha, Manuela Carneiro, Maria Antónia Ribeiro, Maria Esmeralda Barbosa, Maria Jerónima Guimarães, Maria José Rocha, Maria de Lourdes dos Anjos, Maria de Lourdes Martins, Maria Mamede, Miguel Leitão, Paulina Sousa, Rosa Teixeira Bastos, Silvino Figueiredo, Sónia Reis, Teresa Gonçalves (Ísis) e Vítor Carvalhais. 

 

 

 

 

 

 

 

ANTOLOGIA “22 OLHARES SOBRE 12 PALAVRAS”: A 22 de Novembro, foi lançada a antologia “22 Olhares sobre 12 Palavras” apresentada pelo poeta Jorge Castro.  Esta obra é um verdadeira exercício de escrita criativa que após o sucesso na blogosfera passa agora a livro; 22 autores ensaiam textos sobre grupos de 12 palavras, num conjunto de 5 ciclos. Participaram neste desafio os seguintes autores (alguns, por opção, apenas identificados com o nome de bloguer):

Ana Pessoa (Ana Rita Pessoa), Benó (Maria Benedita Baptista), BichoDeConta (Elvira Besuga), Eli Rodrigues, Eremita (Eugénio Noronha Mattoso), Fá Menor (Maria de Fátima Ramos), IMF (Isabel Mendes Ferreira), JAWAA (Iria Pinto Cardoso), Justine (Maria José Dias Rodrigues), Mac (Margarida Alexandra Ceira Martins), Mcorreia, Mj/Skuba, Maria Taveira Streibhardt, Maria Teresa M. Nobre Soares Monteiro, Miruii (Maria Queve), Paula Raposo, Raquel Vasconcelos, Sereia (M. Amélia Barata da Cunha), Sónia Pessoa (Sónia Pessoa Gouveia), TMara (Conceição Paulino), Vida de vidro (Alice Duarte), Zé Viajante (José Manuel Matias).

Visitem o blogue http://22olhares.blogspot.com

 

 

 

 

 

É URGENTE: A edium editores publicou em 2008 a colectânea “É urgente”, coordenada pela Ass. de Pais e Enc. de Educação do Agrup. de Escolas de Matosinhos com o apoio do pelouro de educação do município de Matosinhos. Nesta colectânea, subordinada ao tema “É urgente”, dezenas de alunos entre o 3.º e 9.º ano das escolas de Matosinhos deram o primeiro passo na expressão poética e, simultaneamente, expressaram os seus desejos, angústias, esperanças sobre a realidade da escola, do mundo, da família, da sociedade em geral.

 

Anúncios




%d bloggers like this: